Notícias

Eletrônica e Informática

11/01/2017 - IPESI INFORMA

Aperam lança aço elétrico de alta eficiência energética para aplicação em transformadores

A Aperam South América lança neste início de ano um aço elétrico de grão superorientado de maior permeabilidade, o HGO - na sigla em inglês -, de alta eficiência energética para aplicações em transformadores de geração e distribuição. Para esta nova solução, a empresa investiu aproximadamente 19 milhões de dólares entre pesquisas e implementação da linha de produção em Timóteo (MG), no chamado Vale do Aço. Os investimentos proporcionaram também melhoria significativa na produção do aço elétrico GO regular.


As mudanças no processo produtivo motivaram a criação da marca GoCore, que dá nome à linha de aços GO e HGO da companhia, produzida com tecnologia de baixa temperatura. "A linha GoCore traz produtos de elevada qualidade e tecnologia que proporcionam alto desempenho na condução de energia. Exatamente por isso, são soluções mais leves, menores, mais eficientes e com forte apelo a um desenvolvimento econômico mais verde, em que o uso de insumos essenciais para a sociedade, como a energia, ficam cada vez mais inteligentes", diz Frederico Ayres Lima, presidente da Aperam South America.

A oferta da linha GoCore representa um novo momento para o mercado no Brasil e na América Latina. Poucos países dispõem de produção própria como a da Aperam no Brasil, o que mantém a empresa como pioneira na América Latina. Mais nobre, de alta eficiência energética, o novo aço HGO possui aplicação em transformadores elétricos de geração e distribuição, o que resultará em equipamentos mais eficientes, menores. Facilitará logística, diminuição de insumos para sua produção e manutenção e ainda terá maior valor de mercado em revenda. Sua produção no Brasil agrega valor também na relação com os clientes, uma vez que a proximidade com o mercado assegurará maior agilidade na entrega e na assistência técnica.

Há uma tendência mundial para o uso de aços de grão superorientado (HGO) em transformadores. No mercado europeu, o consumo deste tipo de aço chega a 70% dos aços elétricos. Já no Brasil, o mercado representa ainda pouco mais de 10%. Porém, quase todo o consumo é destinado para a exportação de transformadores, o que mostra o potencial de aplicação e crescimento no País. "A expectativa é de contribuirmos para melhoria da eficiência energética no Brasil e nos mercados da América Latina", aponta o presidente da empresa.

Aços elétricos são ligas de ferro com a adição de silício, utilizados para fins eletromagnéticos. Existem dois grandes grupos de aços elétricos: os aços elétricos de grão não orientado (GNO) e os aços elétricos de grão orientado (GO).

Os aços GNO são amplamente utilizados em diversos equipamentos elétricos, tais como motores elétricos, compressores de refrigerador, hidrogeradores, aerogeradores, reatores e outros.

Os aços GO são utilizados na fabricação de núcleos de transformadores (força e distribuição), reatores e reguladores. Esta aplicação requer baixa perda magnética para minimizar o consumo de energia elétrica e alta permeabilidade magnética para a operação a altas induções.

Os aços elétricos de grão superorientado de alta permeabilidade, HGO na sigla em inglês, são produtos mais nobres com todas as características do GO ainda mais acentuadas.  Os ganhos no processo produtivo do HGO, com uso de novas tecnologias, alcançam ainda a produção do GO regular, também considerado nobre, com elevação de qualidade e de produtividade.

ECONOMIA - Uma conta hipotética mostra a capacidade de eficiência energética do HGO e seu impacto de longo prazo na infraestrutura do país. Se todos os cerca de 800 mil transformadores de tensão no estado de Minas Gerais fossem compostos por este aço, haveria uma economia estimada de 95 megawatts no sistema elétrico, o que equivaleria à produção de quatro pequenas centrais hidrelétricas (PCHs).

Comente essa notícia