Notícias

Metal Mecânica

21/12/2017 - IPESI INFORMA

Indaero usa impressão 3D na produção de ferramentas complexas

A Stratasys anuncia que a Indaero, empresa espanhola de engenharia aérea, assegurou novos negócios com diversos fornecedores da Airbus nível 1 e 2 ao começar a usar a impressora 3D Stratasys FDM para a produção de ferramentas complexas.

A Indaero fabrica painéis de aeronaves para clientes-chave, como a Airbus e seus fornecedores, oferecendo uma ampla gama de serviços, incluindo design, engenharia, ferramentaria, soldagem e pintura. Com grande parte da concorrência limitada a apenas alguns serviços, a empresa investiu em uma impressora 3D Stratasys Fortus 450mc Production. O movimento possibilitou que a Indaero ampliasse sua oferta em ferramentas leves e complexas, que não podem ser produzidas com a fabricação tradicional, além de se diferenciar como um projeto de ponta a ponta para o serviço de produção.

"A aeroespacial é diferente de outras indústrias, que produzem grandes volumes de ferramentas. Por isso, tradicionalmente, usaríamos moldagem por injeção ou usinagem CNC para fabricar ferramentas de produção, mas isso seria muito demorado e dispendioso. Com a nossa impressora 3D Fortus 450mc, podemos atender à produção de baixos volumes de forma rápida e econômica, produzindo muitas ferramentas diferentes sob demanda para acelerar o processo de fabricação e garantir que atendamos os prazos de entrega dos clientes", explica Darío González Fernández, CEO da Indaero.

Segundo ele, a importância do material Ultem 9085 também não pode ser subestimada. "Este material se tornou parte integrante do processo de produção, pois é certificado para o setor aeroespacial e conhecido pelo cliente Airbus para uma série de aplicações de aeronaves. Com sua combinação única de alta relação força-peso e certificação FST (chama, fumaça e toxicidade), podemos imprimir em 3D ferramentas robustas e leves e responder a produção de peças em voo de curto prazo se necessário - o que nos dá uma vantagem única versus concorrência", ressalta González.

A impressora 3D Stratasys Fortus 450mc é usada pela Indaero para fabricar várias ferramentas de produção. Crucial para conseguir isso é a capacidade de projetar e produzir rapidamente geometrias curvas complexas, que se encaixam perfeitamente nas formas intrincadas dos painéis da aeronave. Anteriormente, a empresa estava limitada a produzir formas planas com métodos tradicionais, o que afetou o desempenho da ferramenta final durante a fixação ao painel pelos trabalhadores.

"A impressora 3D mudou o jogo para nós. Isto porque a capacidade de imprimir ferramentas em 3D curvas em materiais robustos nos fez perceber a importância de ter este ferramental que se encaixa perfeitamente nos painéis. Isto não só facilita o trabalho dos operadores, mas também liberta recursos e aumenta nossa produtividade geral. Essa melhoria foi imediatamente reconhecida por uma série de provedores líderes da Airbus, como a Aernnova, que antes trabalhava com nossos concorrentes e cujos negócios conseguimos posteriormente", destaca González.

Para a Aernnova, por exemplo, aplica-se a impressora 3D para otimizar uma série de ferramentas de produção para a fabricação de um helicóptero Airbus NH90. Em particular, destaca-se uma ferramenta de fabricação impressa em 3D para consertar uma caixa deslizante no painel interior da asa do helicóptero.

Tradicionalmente, uma ferramenta de alumínio pesava doze quilos e exigia dois operadores para segurá-la contra o painel, enquanto marcava os furos. Com as geometrias complexas alcançáveis com a impressão em 3D, a equipe redesenhou a ferramenta com uma curvatura que se encaixava perfeitamente na estrutura do painel. Como resultado, a Indaero forneceu à Aernnova uma nova ferramenta mais efetiva, nove quilos mais leve do que sua antecessora, de forma independente, ou seja, não precisa mais ser segurada pelos operadores.

"Integrar a impressão Stratasys FDM 3D em ferramentas de produção para este projeto tem nos apresentado vários benefícios. Em primeiro lugar, a partir de uma perspectiva de recursos, agora não há necessidade de dois operadores, pois a ferramenta se encaixa no painel de forma independente, deixando um operador posicionar a caixa deslizante com ambas as mãos livres. Em segundo lugar, podemos produzir uma ferramenta leve e robusta, além de ficar pronta 66% mais rápido do que com usinagem CNC. Como resultado, esta parte do projeto é concluída antes do tempo, levando a uma economia de mais de 50% nos custos de fabricação. A resposta do cliente foi fantástica", detalha o executivo da Indaero.

Comente essa notícia